A Proposta de um Programa de Doutorado em Direito e Relações Internacionais como uma área de preocupações científicas e tecnológicas em educação e cultura faz parte especialmente do programa de disciplinas científicas da educação.

Descripción del Programa Características del programa
Denominación Doctorado en Derecho y Relaciones Internacionales
Grado que Otorga Doctor o Doctora en Derecho y Relaciones Internacionales
Número de Créditos que contempla el programa de Formación 83 Unidades Créditos
Tipo (artículo 34 gaceta 321.323

del 20 de noviembre 2001)

Interinstitucional, presencial, semipresencial y a distancia
Duración Máxima del Programa (artículo 27 sección B gaceta

  321.323 del 20 de noviembre 2001)

5 años
Duración de los Cursos Establecidos 2 años
Unidades Acreditables 12 unidades créditos desarrollados en los estudios individualizados I, II y III

O surgimento de relações internacionais depende das demandas do ambiente social, político e jurídico, neste último são áreas diretamente relacionadas ao direito internacional que são muito decisivas nas negociações entre os países e, ao mesmo tempo, determinam porque incluem políticas a serem adotadas. desenvolvido por diferentes nações. Um meio que sofre o desgaste moral, econômico e humano de duas guerras mundiais e que, insatisfeito com as disciplinas tradicionais da sociedade internacional (direito internacional, relações internacionais, história de tratados diplomáticos, convenções e protocolo), busca novos métodos de abordagem para a realidade internacional. Uma realidade, por outro lado, radicalmente diferente, na qual a guerra deixa de ser “a política continuada por outros meios” para se tornar um perigo para a sobrevivência da humanidade. Portanto, a área de relações internacionais busca aprofundar o conhecimento sobre assuntos externos e as principais questões do Sistema Internacional em questões políticas, econômicas, jurídicas e diplomáticas.

Portanto, é necessário mencionar que, os avanços nas comunicações e trocas, a progressiva expansão de políticas comuns entre os países e a crescente importância de inúmeras instituições supranacionais impõem consequências à lei. Da mesma forma, neste contexto de globalidade avançada e desenvolvimento desigual, a tendência para remover barreiras econômicas e políticas é cada vez mais ampliada. O que precede leva ao entendimento de que não é mais suficiente para as sociedades moderarem sua convivência de acordo com o direito interno, e há uma demanda para construir respostas comuns a partir da perspectiva das relações internacionais.

A partir dessa convicção, admite-se que a adaptação ordenada da lei e das relações com uma perspectiva internacional, possibilitará a geração de processos de treinamento que atendam às realidades da esfera internacional, o que seria um fato positivo diante da viabilidade da cooperação entre países e propostas. harmonioso, com a reivindicação de compromissos entre Estados de importância inquestionável para a estabilidade e a segurança internacional e, finalmente, para a conquista de uma certa paz mundial. Expressa-se a enorme necessidade de promover o desenvolvimento de talentos para atender aos compromissos entre os Estados, de processar e fornecer soluções coincidentes aos problemas compartilhados. Além disso, trate das questões da dinâmica vertiginosa da geopolítica, constitucionalismo, relações econômicas e diplomacia entre estados, tudo isso entre outra infinidade de fenômenos complexos e ameaçadores.

  • Treine os participantes com um conjunto de ferramentas teóricas, tecno-práticas e metodológicas que lhes permitam orientar os aspectos legais do direito internacional e das relações internacionais.
  • Aumentar a conscientização dos participantes sobre a importância do Direito e das Relações Internacionais.
  • Aumentar o conhecimento, entendimento e aplicação da Lei no participante; bem como os princípios e instituições das relações internacionais.

Destinado a profissionais com mestrado: sociólogos, cientistas políticos, mercados internacionais, advogados e outros profissionais de diferentes níveis e modalidades que exercem funções nas esferas internacional e nacional. Da mesma forma, seja profissional ou graduado, mestre em alguma disciplina relacionada às ciências sociais e humanas. Conhecimento profissional e científico relacionado às áreas de conhecimento do Doutorado em Direito e relações internacionais. Conhecimento do mundo e da história nacional. Capacidade de entender leitura e síntese. Competências e habilidades para análise teórica e gestão metodológica de procedimentos e técnicas de pesquisa. Capacidade de desenvolver e desenvolver projetos de pesquisa na área.

O participante deve ter formação interdisciplinar globalizada, multidisciplinar e excelente conhecimento, gestão de teorias, conceitos e instrumentos específicos de relações internacionais. Em particular, as implicações da redefinição do conceito de direito e das relações internacionais para o conhecimento ou progresso como um processo social, os aspectos mais relevantes em torno do paradigma da simplicidade como um forte eixo da sociologia tradicional e a inserção de uma visão integrativa de relacionamentos e seus principais vínculos gerenciais, principalmente diante do papel esmagador.

O grau acadêmico de Doutor em Direito e Relações Internacionais requer um processo sistêmico que responda à necessidade de profissionais, capaz de analisar as relações entre atores internacionais no contexto da sociedade global estabelecida no marco jurídico internacional. Relações internacionais e direito são ciências sociais especializadas na análise do contexto e jurisprudência internacional, na definição de estágios e tendências da sociedade internacional e seus possíveis impactos nas sociedades no ambiente global, especialmente através da política externa, política de comércio exterior, atração de investimentos e promoção do turismo, entre outros. Também é necessário enfatizar que o Doutor em Direito e Relações Internacionais está enquadrado na pesquisa com base nas fontes exigidas na preparação e defesa de uma tese de trabalho independente e inédita que combine sua relação com os cursos desenvolvidos no programa e enquadrada dentro de uma linha que ateste a competência do pesquisador autônomo.

A pós-graduação do Doutorado em Direito e Relações Internacionais, da IESIP, está emergindo como profissional com valores, atitudes e traços pessoais para a função que exercerá.